3 passos para minimizar os gaps de aprendizado na sua instituição de ensino

4 de agosto de 2014
minimizar gaps de aprendizado prova fácil

Por mais que as escolas se esmerem em desenvolver conteúdos de qualidade e prover os melhores professores do mercado, quase sempre haverá gaps de aprendizado em qualquer instituição de ensino. Isso ocorre porque os alunos são indivíduos diferentes, com necessidades e dúvidas diferentes, que quase sempre não podem ter 100% de suas particularidades atendidas dentro de sala de aula.

Para minimizar esses gaps de aprendizado, muitas tecnologias surgiram – e podem ser facilmente implementadas nas escolas que se preocupam em formar os alunos mais bem preparados. Veja três passos para minimizar os gaps de aprendizado na sua instituição de ensino levando em consideração as novas tecnologias que otimizam o aprendizado.

1. Adote plataformas de software que façam a gestão dos gaps

É humanamente impossível fazer a gestão dos gaps de aprendizado de “forma artesanal”. Por mais que um professor saiba as dificuldades da sua turma, mensurar com precisão quais são essas dificuldades (e como elas podem ser minimizadas) é tarefa para a tecnologia. Os Sistemas de Gestão de Provas e demais softwares de ensino podem ser a resposta a essa dificuldade. Primeiro porque otimizam o tempo gasto em correções e, de maneira automática, podem chegar a 0% de índice de erro. Segundo porque geram automaticamente relatórios com  indicadores que ajudam os professores a melhorar o foco das matérias.

2. Utilize o ensino adaptativo

Outra boa forma de diminuir os gaps de aprendizado é utilizar plataformas de ensino adaptativo, que podem diversificar o conteúdo dado aos alunos e, em um ambiente online, melhorar a absorção dos conteúdos de acordo com necessidades individuais.

Com o ensino adaptativo é possível mapear pontos fracos de aprendizado na disciplina e acompanhar, em tempo real, o desempenho dos alunos em diversas atividades online. Além disso, as plataformas de ensino adaptativo podem ser utilizadas tanto depois da aula quanto, inclusive, em seu decorrer, de acordo com a necessidade do professor em gerar atividades que potencializem o conhecimento.

3. Potencialize seu corpo docente

Além de ter os melhores professores que uma instituição pode ter, as escolas também devem se preocupar em potencializar os talentos do corpo docente, principalmente visando se dar bem com as tecnologias aplicadas. Ao utilizar qualquer uma das plataformas automatizadas que têm como objetivo diminuir os gaps de aprendizado é extremamente necessário que a escola tenha uma equipe bem treinada para lidar em consonância com essas ferramentas.

Fale com um dos nossos especialistas