Como aplicar a Aprendizagem Adaptativa?

18 de agosto de 2015
como aplicar a aprendizagem adaptativa

Você considera sua instituição de ensino inovadora? A modernização das práticas pedagógicas pede uma atenção maior às individualidades de cada aluno. Ninguém aprende da mesma maneira, então a forma de transmissão dos conteúdos também deve se adaptar, garantindo que o estudante realmente sinta que absorveu o que lhe foi passado.

A aprendizagem adaptativa passou a ser realidade para muitas instituições, mas não pode ser aplicado sem saber os impactos desse avanço tanto para os alunos como para os profissionais da instituição: professores, coordenadores pedagógicos, diretores. O objetivo maior é instruir cada estudante com base em suas necessidades individuais e, para que a medida tenha sucesso, é preciso o apoio de todos os envolvidos.

Para optar pela aprendizagem adaptativa, veja cinco dicas para aplicar o modelo com sucesso na sua instituição:

como aplicar a aprendizagem adaptativa

  1.     Utilize as diferentes Matrizes de Referência das várias provas que os alunos farão ao longo do ano para orientar a metodologia de ensino. Com isso, o professor poderá avaliar com mais precisão a preparação e aplicação dos conteúdos em sala de aula, estimulando os alunos a se engajarem no processo de ensino através dos feedbacks mais analíticos dados;
  2.     A aprendizagem adaptativa conscientiza o aluno de seus pontos fortes e fracos, possibilitando a busca pela melhor maneira de evoluir no campo acadêmico e pessoal, através de atividades diferentes que atraiam seu interesse pelas matérias. O mapeamento dessas dificuldades individuais pode esclarecer mais sobre a estratégia de ensino da instituição, resultando num aprimoramento pedagógico;
  3.     Mapear o desempenho dos alunos de forma individualizada otimiza a gestão de tempo em sala e permite uma transmissão de conteúdo mais eficiente e prática. Trabalhe a autoestima deles ressaltando quais disciplinas apresentam melhor desempenho e mostre ao aluno que ele não está sozinho no grupo em suas dificuldades;
  4.     Os dispositivos móveis invadiram a vida e as salas de aulas e por que não utilizá-los para tornar o ensino mais interessante? A tecnologia não pode ser vista como inimiga, mas como um instrumento para integrar alunos e professores. Estimule os alunos a participarem de fóruns, a executar jogos educacionais, pesquisas sobre assuntos que despertam interesse individualmente. Com isso, a aula fica mais rica em conteúdo e participação;
  5.     Aplicar a aprendizagem adaptativa porque o concorrente adotou o método ou sem que a equipe interna entenda como e por quê faz isso não adianta. Treinamento será uma palavra constante para as instituições e não tem data para acabar. As vantagens devem ser nítidas para todos os envolvidos. Promova palestras para o corpo docente para explicar obre AA, peça opinião sobre a melhor forma de condução das aulas. Uma vez comprara a ideia, não faltará estímulo para aulas mais criativas e dinâmicas.