Como corrigir provas mais rápido: 3 dicas essenciais

12 de fevereiro de 2015
como corrigir provas mais rapido

Quem é professor sabe que um dos maiores desafios da profissão está no gerenciamento do tempo fora de sala de aula. Muitos docentes acreditam que dar provas e trabalhos é a melhor forma de avaliar o desempenho dos alunos, mas se esquecem que a correção dessas atividades pode levar muito mais tempo útil – e “fora” do horário de serviço – do que o esperado.

Para ajudar os professores a melhorar seu uso do tempo nessas ocasiões, separamos três macetes dinâmicos para corrigir provas mais rápido e ter, assim, muito mais possibilidade de passar suas horas estudando novas ferramentas ou, apenas, curtindo a vida. Anote:

1.     Opte por questões de múltipla escolha

Uma das formas mais rápidas de corrigir provas é optar por questões de múltipla escolha, onde a resposta é objetiva e fácil de ser detectada. Se a matéria que você leciona permitir esse tipo de prova, não pense duas vezes em investir mais em bancos de questões interessantes para que seus alunos tenham o desempenho corretos nas provas.

É bom lembrar que não é por ser questão objetiva que isso dá ao professor o direito de “colocar qualquer coisa” na pergunta. Ter um banco de questões é imprescindível para formular uma boa avaliação.

2.     Crie linhas de raciocínio para questões dissertativas

Se não tiver jeito de fazer uma prova só com questões objetivas, crie linhas de raciocínio bem precisas para questões dissertativas. Assim, você vai conseguir captar de imediato se o aluno realmente entendeu o assunto proposto ou se optou pelo famoso “encher linguiça”. Em casos de questões abertas numéricas, esse tipo de linha é claro, visto que toda expressão matemática tem começo, meio e fim bem delineados. Mas a coisa aperta quando a resposta tende a ser mais filosófica ou aberta a várias interpretações.

Se esse é o caso, tente formular a questão de forma que a resposta seja, necessariamente, levada por uma linha pré-determinada de desenvolvimento.

como corrigir provas mais rápido

3.     Não dispense ajuda de aplicativos para correção

A correção de provas não é apenas uma marcação de certo ou errado: é uma forma de entender onde mora a dificuldade dos alunos e, após passar por essa fase, lançar notas de maneira correta em um diário de aulas.

Para que o tempo gasto nessas atividades seja otimizado, existem aplicativos que ajudam os professores a passar pelas etapas de maneira mais rápida, prática e precisa. O Sistema de Gestão de Provas, por exemplo, cria todas as possibilidades de criação, diagramação e correção de provas – e ainda cria relatórios de desempenho que identificam onde a turma está se saindo bem ou mal, fazendo com que o professor possa repensar suas aulas de forma mais dinâmica.

Dispensar a ajuda desse tipo de tecnologia é gastar um tempo que poderia ser melhor utilizado, seja com estudos e atualizações ou o descanso mental que todo professor merece.