Como melhorar as notas dos alunos usando a tecnologia

15 de dezembro de 2014
como melhorar as notas dos alunos

Há tempos a tecnologia já mostrou a que veio, refletindo sua importância e praticidade em várias vertentes sociais. Na área educacional não foi diferente. Contudo, a aceitação, ou melhor, aplicação de suas práticas não tem sido feita da melhor maneira possível. Muitas escolas, resistentes às mudanças, acabam por fazer sempre mais do mesmo, dificultando a vida do aluno e até mesmo dos profissionais envolvidos, principalmente na hora de corrigir provas.

A correção de provas é um processo extremamente importante, que vai além de lançar notas. É um momento de avaliar o aluno e, também, o papel do professor em sala de aula. Através de um processo de gestão de provas estruturado é possível identificar habilidades e fraqueza dos alunos, potencializando aquilo que cada um tem de melhor e trabalhando com mais cuidado o que os alunos têm como dificuldades.

O Sistema de Gestão de Provas, que já citamos aqui no blog, é, sem dúvidas, um exemplo de avanço tecnológico que contribui para o progresso do professor enquanto profissional e principalmente para o aluno, que tem seu aprendizado acompanhado mais de perto. O processo avaliativo exige critério, cautela e observação, pois através deste momento é possível perceber o nível dos alunos para avaliá-los de forma que não é apenas focada nas notas, mas no que cada um absorveu do conteúdo.

Se você pensa neste processo como algo que vai ajudar o aluno a crescer, corrigir uma simples prova ganha muito mais sentido. E se essa verdade é compartilhada com os alunos, realizar uma prova passa a não ser um problema, e sim uma solução para os estudantes, que vão passar a olhar para a avaliação como uma forma de comunicar aos professores suas maiores dúvidas e, claro, suas habilidades mais evidentes.

Corrigir uma prova não é o fim do ciclo; pelo contrário, é a partir daí que o professor ganha informação para aperfeiçoar o trabalho desenvolvido em sala de aula. Quando você aplica uma prova e faz suas correções pensando nos alunos e tentando buscar ao máximo suas percepções, fica muito mais fácil acompanhar o desenvolvimento de cada um em sala de aula. Além do mais, os estudantes percebem que, de fato, o que escrevem ou marcam em uma prova tem um peso que vai além da nota, e isso sim pode contribuir para a evolução dos alunos, inclusive nas notas finais.

Trata-se de um processo que tende a ficar cada vez mais natural, esse de professores acompanharem o desenvolvimento dos alunos e ver o reflexo de todo o trabalho nas próprias notas parciais ou finais.

como melhorar as notas dos alunos