Como os dados melhoram a educação?

13 de setembro de 2016

Seja no ensino privado ou no público, uma boa maneira de melhorar a qualidade do serviço de educação prestado aos estudantes é focar no que nos dizem os dados sobre a educação no Brasil e, mais especificamente, sobre a sua instituição. Grandes estudos, como o Censo Escolar, por exemplo, nos dão um panorama sobre o perfil do jovem que está inserido na rede de ensino hoje em dia – e, com isso, é possível que os gestores encontrem as lacunas que devem ser preenchidas por meio de políticas públicas.

No caso do gestor de uma escola privada, o essencial é conhecer a fundo sua própria estrutura para que seja possível tomar decisões mais acertadas. E isso só é possível a partir dos dados, números e estatísticas que dizem algo sobre a sua instituição. Hoje em dia a tecnologia permite que, com o auxílio de algumas ferramentas, a realidade da sua escola seja cada vez mais transparente.

Acompanhando o aluno individualmente

Acompanhar o rendimento dos alunos e saber identificar potencialidades e dificuldades de cada um é um dos recursos possibilitados pelo registro de indicadores de desempenho nas escolas. O acompanhamento individualizado é, inclusive, um dos métodos mais eficientes de aprendizado, de acordo com especialistas da área da educação. O problema é: como agrupar essas informações de um jeito rápido e não ter que gastar horas fazendo levantamento das notas obtidas pelo estudante ao longo do ano?

É aí que a tecnologia assume um papel fundamental. O software Prova Fácil corrige provas automaticamente e gera relatórios sobre o histórico do estudante em tempo real. Com isso é fácil saber se o aluno tem tipo algum problema em determinada matéria, identificar as principais dificuldades e orientá-lo de forma mais específica para que isso não se transforme em um grande problema e venha a prejudicar o aprendizado por mais tempo.

Gerenciando sua escola com ajuda da tecnologia

Além do acompanhamento individualizado de alunos, a própria gestão escolar pode passar por uma transformação capaz de facilitar o acesso do gestor aos dados produzidos pela própria escola. Serviços de gestão, como o SGP, conseguem arquivar de modo organizado toda documentação referente a um aluno, o que melhora o controle sobre frequência, notas e adimplência, por exemplo. Esses dados são capazes de fazer com que escola e pais de alunos fiquem cada vez mais próximos.

Avaliando a própria equipe

Avaliações externas como ENADE, Prova Brasil, ENEM, entre outras, são instrumentos importantes para garantir o selo de qualidade da educação brasileira. Mas são também selos para as instituições, que buscam firmemente manter níveis altos de credibilidade que garantem o interesse de futuros alunos.  Nesse processo, manter a qualidade de todas as avaliações produzidas e aplicadas nas instituições é o ponto que garante esta qualidade. Desta forma, com o SGP, gestores podem acessar e aprovar o conteúdo de provas e banco de questões utilizados pelos professores na hora de montar uma avaliação. Outro detalhe interessante – e que também gera informação útil para a tomada de decisões do gestor – é a possibilidade de gerar avaliações institucionais. Ou seja, com uma plataforma simples, membros da própria instituição podem ser avaliados.

Isso intensifica o fluxo de comunicação entre a equipe e a gestão e aproxima toda a cadeia de colaboradores da instituição de ensino, como professores, coordenadores pedagógicos e gestor. Com os dados obtidos nessas avaliações é possível rever processos, ampliar iniciativas aprovadas pela equipe e adotar novos mecanismos, pensando sempre na melhoria da qualidade de ensino.

Escolas que apostam na tecnologia dão um passo à frente em direção à modernidade. No Brasil, são 12 milhões de pessoas conectadas e que usam ferramentas inovadoras para revolucionar os métodos de ensino.

Baixe grátis o Checklist da Transformação Digital na Educação