Como usar a Matriz de Referência para fins pedagógicos

13 de outubro de 2014
como usar a matriz de referência

Toda instituição segue padrões de ensino onde, ao fim de um semestre, avalia-se o nível de conhecimento dos alunos. Para tanto os professores e educadores têm seus planos de aula direcionados a partir de objetivos pedagógicos, que consistem em metas a serem atingidas ao longo do curso, visando o aprendizado dos alunos. Tais objetivos podem ser gerais e envolvem competências de longo prazo, ou específicos, com habilidades e aprendizagens desenvolvidas em prazos mais curtos.

Para cumprir esses objetivos pedagógicos os professores preparam suas aulas com base em seus conhecimentos e, claro, planos de aulas. Contudo, hoje é possível contar também com o auxílio de recursos e instrumentos que facilitam esse processo, considerando, inclusive, as características da turma. Dentre esses instrumentos temos a matriz de referência.

As matrizes são instrumentos sinalizadores da efetiva aprendizagem. Normalmente são usadas em concursos ou provas de grande escala – mas elas podem ser úteis no auxílio aos objetivos pedagógicos de uma simples instituição de ensino.

Com base nessa matriz os professores serão norteados quanto ao que se espera do aluno em termos de desempenho escolar, lembrando que esse instrumento pode sofrer variações ao longo do semestre, a fim de alcançar resultados de aperfeiçoamentos metodológicos.

A matriz deve ser desenvolvida e aplicada para elaboração de instrumentos de medição. Neste caso, irá medir o desenvolvimento dos alunos. A construção dessa matriz pode acontecer com base em outras como, por exemplo, algumas provas relevantes  (tipo o ENEM), no caso dos alunos do ensino médio.

Apesar dos benefícios aqui apresentados para o uso da matriz de referência por instituições de ensino, é válido lembrar que as matrizes não esgotam o conteúdo a ser trabalhado em sala de aula, logo, não devem ser confundidas com propostas curriculares ou estratégias de ensino. Ela funcionará apenas como um dos instrumentos facilitadores do trabalho dos professores em sala de aula.

A matriz é responsável por orientar a produção dos itens que compõem os testes. Portanto, deve ser estruturada separadamente pra cada turma e série. Afinal, o objeto de análise varia em cada caso.

melhores métodos de estudo

  • Composição de uma Matriz de Referência:

A Matriz é formada por um conjunto de temas que representam uma subdivisão de acordo com competências de área e habilidades. Os temas de uma Matriz se constituem por elementos chamados de Descritores que, assim como o nome sugere, descrevem as habilidades que serão avaliadas nos itens (questões).

Assim, os itens são elaborados com base nos descritores das Matrizes de Referência das disciplinas avaliadas nos testes, que reúnem o conteúdo a ser avaliado em cada período escolar e disciplina e informam o que se espera do aluno em termos de desempenho escolar.