Como utilizar música na didática em sala de aula?

1 de outubro de 2021
música em sala de aula prova fácil

Utilizar a música como ferramenta de aprendizado pode trazer benefícios que vão desde estimulações cognitivas e equilíbrio do sistema nervoso até aumento do interesse e engajamento em sala de aula.

Em 1923, o intelectual italiano Ricciotto Canudo publicou o Manifesto das Sete Artes, onde citava a música como sendo uma das expressões artísticas mais importantes da humanidade.
Na mesma lista encontravam-se a poesia, a arquitetura, a escultura, a pintura, a dança e o cinema.

Curiosamente, com o passar dos anos e o surgimento de novos gêneros e estilos, a música foi se tornando mais popular e passando a não ser vista com o mesmo prestígio da pintura ou da poesia por parte da elite intelectual. Fato este que não poderia ser mais injusto.

Além da evolução natural da música só ter feito aumentar suas possibilidades sonoras e temáticas, ela ainda permanece sendo um recurso muito rico, inclusive, na hora do aprendizado.

Aproveitando que, no dia 01 de Outubro, a UNESCO comemora o Dia Internacional da Música, separamos algumas dicas de como e por que utilizar a música como ferramenta didática.

Por que utilizar a música em sala de aula?

É uma forma de expressão presente em praticamente todos os lugares

Não importa se você é um professor no interior do Nordeste ou em uma capital da Europa, a música é uma linguagem universal, capaz de se relacionar com pessoas de todas as culturas e faixas etárias.

É algo da familiaridade dos alunos

Mesmo antes de aprenderem a ler e escrever, as crianças já têm contato com a música.

Essa sensação de familiaridade faz com que qualquer conteúdo seja mais fácil de ser assimilado através da musicalidade, mesmo quando o aluno for mais velho. Lembra do velho truque de inventar uma música para decorar a tabuada? O conceito é o mesmo.

É uma rica fonte para leitura social

Não podemos esquecer que toda arte é um reflexo da sociedade. A música feita em determinado período – seja a bossa nova dos anos 60 ou o hip hop dos dias atuais – ajuda a contextualizar as particularidades da sociedade em que ela está inserida. 

E esta noção da pluralidade cultural presente no mundo é algo importantíssimo de ser desenvolvido pelo aluno.

Benefícios de se utilizar a música na escola

Trabalho com os sentidos

Você já reparou que quanto mais ouvimos música, mais aprendemos distinguir os ritmos e instrumentos? Isso ocorre porque a música é excelente para aguçar a atenção e a sensibilidade auditiva.

Além disso, trabalhar movimentos corporais seguindo o ritmo de uma música pode ajudar na coordenação motora, no desenvolvimento dos músculos e até mesmo na formação e equilíbrio do sistema nervoso central.

Os alunos se sentem mais motivados

Independente do gosto musical ou da idade dos alunos, eles costumam responder com empolgação ao saberem que a música será trazida para a sala de aula.

É uma excelente forma de atrair a atenção, despertar a curiosidade e facilitar o entendimento de temas difíceis ou que inicialmente parecem desinteressantes.

Incentiva a criatividade

A música também funciona como um grande aliado no desenvolvimento da criatividade, já que ela convida o aluno a propor e testar novas ideias.

Segue abaixo algumas situações em que a música pode ser usada para estimular a criatividade dos alunos:

  • Realização de oficinas musicais.
  • Utilizar objetos que emitem sons no dia a dia das aulas.
  • Propor a criação de paródias ou letras musicais relacionadas ao conteúdo.

Dicas de trabalho

música em sala de aula

Análise da letra atrelada ao conteúdo

Letras de músicas nacionais podem ser utilizadas na aula de história, já que são excelentes para contextualizar períodos e costumes.

Já boas composições podem se transformar em material de estudo sobre interpretação de texto, por exemplo.

Análise dos clipes

Videoclipes também podem ser grandes aliados do aprendizado, pois além de possuírem uma aderência natural com o público jovem, muitas vezes trazem elementos bastante ricos para serem analisados.

Desde cenários e vestimentas, que podem fazer referências a povos diversos e ser abordados pela aula de geografia, por exemplo. Até análises de discurso e mensagem, que podem suscitar discussões e estimular a visão crítica do aluno.

É importante, contudo, que o professor assista todo o conteúdo previamente para se certificar que ele é adequado para aquela faixa etária.

Propor trabalhos de pesquisa sobre vida e obra de músicos e artistas

Propor trabalhos que instiguem os alunos a pesquisar sobre músicos famosos é uma ótima maneira de fazer com que eles se familiarizem com diferentes estilos de música.

Além disso, não deixa de ser um aprendizado histórico, já que todo artista é conhecido por refletir elementos do seu tempo.

O mesmo conceito pode ser utilizado com outras artes, como cinema ou artes plásticas.

Use a Interdisciplinaridade

Através da interdisciplinaridade é possível utilizar a música para ensinar os mais diversos conteúdos. Muitas vezes, mais de um conteúdo de uma só vez.

Por exemplo: através de músicas indígenas, é possível dar uma grande aula de história, ao mesmo tempo em que aborda temas da geografia e da própria língua portuguesa.

E até mesmo as matérias exatas podem se beneficiar dos conceitos de ritmo e tempo da música em suas aulas.

Busque trazer a vivência, os gostos e o protagonismo do aluno para montar sua didática

É importante que os gêneros musicais trazidos para a aula despertem algum tipo de interesse no aluno. 

Música clássica é excelente para o aprendizado, mas será que ela é sempre o melhor caminho para trabalhar com crianças e adolescentes?

Portanto, pesquise, converse com seus alunos, vá atrás do conteúdo que eles consomem fora da sala de aula. Muitas vezes, as maiores fontes de aprendizado e discussão vêm de onde menos se espera.

Além disso, permitir que o aluno participe ativamente do processo do próprio aprendizado é o pilar de metodologias modernas de docência, como por exemplo, a aprendizagem centrada no aluno, que costuma trazer grandes resultados.

Quer conhecer mais estratégias didáticas usando a música?

Música é um assunto que nunca acaba. Nem os seus benefícios quando falamos sobre estratégias de aprendizagem. Que tal um material que aborde ainda mais esse assunto? 

Baixe o nosso E-book “Como utilizar Metodologias Ativas na sua Escola” e descubra como não só a música, mas também games e outros artifícios modernos e engajantes podem ser usados para capturar a atenção dos alunos e fazê-los desenvolver ainda mais gosto pelo saber.