Expansão de unidades na EAD: como a otimização da gestão pode ajudar

27 de janeiro de 2021

Expandir o número de polos na EAD é essencial, mas o processo só se torna escalável, sem perder a qualidade, com uma boa gestão.

Se a expansão de unidades na EAD já era uma necessidade para todas as instituições de ensino, a pandemia veio para fortalecer este movimento. Afinal de contas, o ensino a distância, que já estava em alta, deve se manter crescente por um bom tempo.

Quando analisamos os resultados do Censo da Educação Superior, este crescimento fica evidente. Na edição de 2010, o percentual de matrículas na modalidade EAD era de apenas 14,6% em relação ao total; na edição de 2019, elas já correspondiam a 28,5%, ou seja, um aumento de 95,2%.

Com isso, fica claro que as IES não podem deixar de se atentar a tal movimento e, portanto, precisam investir em novos polos, de modo a conseguir atender a um maior número de alunos.

É fato que isso foi facilitado por meio do Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017, que atualizou a legislação sobre Ensino a Distância no país. O resultado foi um crescimento de 133% no número de polos EAD de maio de 2017 a julho de 2018, de 6.583 a 15.394, de acordo com um artigo do Estado de Minas.

Porém, mesmo com a atualização da lei, gerenciar diferentes polos é algo que demanda um planejamento bem minucioso. Felizmente, é possível tocar este projeto de uma maneira tranquila e muito bem organizada com o auxílio de um elemento indispensável: a tecnologia.

Continue conosco para entender melhor como fazer com que a expansão de polos EAD se transforme em algo perfeitamente factível para a sua instituição de ensino.

O que considerar antes da expansão de unidades na EAD?

Antes de começar a pensar na execução propriamente dita, é importante analisar alguns pontos para que a expansão de unidades na EAD seja bem-sucedida, como os seguintes:

Captação de alunos

Se a captação de alunos é indispensável para qualquer IES, quanto mais quando existe o projeto de expansão de unidades na EAD. Afinal, é preciso ter uma demanda de alunos que cubra a oferta daquele polo e de seus cursos.

Aqui, há muitas possibilidades. A IES deve investir em uma boa estratégia de marketing, que busque levar tal novidade ao maior número possível de potenciais novos alunos, além de poder usar a tecnologia educacional para a captação de alunos para se diferenciar da concorrência, por exemplo.

O facilitamento da entrada é outra ótima estratégia. A IES pode oferecer um sistema de bolsas e descontos para captar novos alunos, o que também demonstra uma preocupação social capaz de melhorar ainda mais a imagem da instituição no mercado.

Vale a pena ler: Captação de alunos: como aumentá-la utilizando o Bolsa Total

Entendimento da demanda

Antes da inauguração de uma loja, é importante que o empreendedor analise bem a região, de modo a entender se o seu segmento tem chances de ser bem-sucedido por ali. Por exemplo: um restaurante popular tende a se dar bem perto de um centro comercial, diferente do que acontece em uma região mais afastada.

Paralelamente, a instituição de ensino precisa entender a demanda da região em que colocará em prática a expansão de unidades na EAD, de modo que sua oferta esteja de acordo com o que as pessoas realmente procuram por lá.

Em uma região repleta de fazendas, a demanda por Engenheiros Agrônomos tende a ser mais intensa que a de Cientistas da Computação, por exemplo. Este feeling é indispensável e a busca por informações deve ser feita antes de colocar os planos em prática, de modo que os resultados tendam a ser os melhores possíveis.

Existência de uma estrutura que permita a expansão

Por último, mas de forma alguma menos importante, a instituição deve ter uma estrutura capaz de suportar a expansão de unidades na EAD, com todos os seus novos alunos, colaboradores e demais membros do corpo docente.

Podemos fazer outro paralelo aqui também, pensando na ampliação de uma casa. É impraticável pensar na construção de um novo pavimento superior se a estrutura do térreo não for suficiente para suportar o seu peso.

Ainda que o exemplo possa parecer simplista, é mais ou menos isso que acontece com a expansão de unidades na EAD. Todos precisam estar preparados para encarar os novos desafios que aparecerão e entender que isso deve dar algum trabalho, especialmente no começo.

Sem sombra de dúvidas, ter tecnologia de ponta à disposição da IES é essencial para construir essa base sólida e, assim, permitir toda a escalabilidade desejada sem perder nenhum pequeno detalhe na gestão.

Quais são os desafios (e as soluções) da expansão de polos EAD?

É notório que a expansão de unidades na EAD traz uma série de desafios. Saber quais são eles, acompanhados de possíveis soluções, é algo que pode ajudar muito na gestão deste processo. Veja só:

  • Tempo de correção de provas: com mais alunos, o número de provas também aumenta, o que poderia sobrecarregar os professores. Um Sistema de Gestão de Provas (SGP) é a solução ideal para isso, já que permite a correção automática de provas objetivas e facilita a correção das dissertativas, bem como as devolutivas para os alunos.
  • Acompanhamento de um grande volume de resultados: também graças ao maior número de alunos, haverá mais resultados para acompanhar de modo a entender o andamento das turmas. Um bom SGP gera relatórios automáticos dos alunos e das classes, o que facilita bastante tal acompanhamento.
  • Diagnóstico dos conhecimentos dos estudantes: nem todos os alunos chegam com o mesmo nível de conhecimentos, o que poderia prejudicar o andamento das aulas. A aplicação de avaliações diagnósticas é uma solução poderosa, já que busca identificar os conteúdos e conhecimentos dos estudantes para que o professor possa melhorar o processo de ensino-aprendizagem.
  • Integração de dados acadêmicos e administrativos: um maior volume de dados também poderia resultar em uma bagunça generalizada na gestão da instituição, tanto em relação aos alunos e docentes quanto à própria administração daquele negócio. É aí que entra a integração do SGP com os demais sistemas da IES, o que poupa muito trabalho e esforço manual e diminui significativamente a complexidade de lidar com os dados.

Como ter uma expansão de unidades na EAD com qualidade?

Em meio a tantos desafios, é provável que você esteja se perguntando sobre uma maneira de colocar este plano em prática e proporcionar bons resultados para todos os envolvidos, dos gestores e coordenadores aos professores, alunos e a toda a comunidade daquele local.

Para tal, como citamos acima, contar com um bom sistema de gestão de provas é imprescindível, pois ele faz com que a expansão de unidades na EAD seja um processo prático, escalável, controlado, organizado e seguro.

O Prova Fácil é a solução ideal para o que você procura. Focado em processos de avaliações, ele consegue coletar dados de diferentes processos avaliativos para que sua instituição melhore significativamente o aprendizado dos alunos.

Com o Prova Fácil, sua IES conseguirá:

  • Acompanhar o desempenho dos alunos e das turmas por meio de relatórios inteligentes gerados automaticamente;
  • Manter uma boa estrutura de avaliações na instituição, sabendo que este é um dos pilares para a expansão de unidades na EAD e para o sucesso do processo de ensino-aprendizagem;

O Prova Fácil é um sistema completo, perfeito para a expansão de unidades na EAD. Ele pode colocar sua instituição na era da conectividade de dados e fazer com que ela tenha à sua disposição informações que jamais imaginou serem possíveis – pelo menos não com tamanha praticidade e facilidade.

Os professores passam a ter um banco de questões organizado, podem divulgar resultados rapidamente e recebem acesso a relatórios concisos e assertivos. Os alunos, por sua vez, sabem dos resultados de suas provas e exercícios com muito mais agilidade e podem solicitar eventuais revisões na própria plataforma.

De acordo com informações dos clientes do Prova Fácil, é possível reduzir 35% dos custos operacionais, 70% do tempo gasto com correção de provas e 92% dos pedidos de revisão de provas, o que é fantástico para a gestão de qualquer IES, especialmente as que desejam expandir seu EAD.

Fazer a gestão do seu EAD com o Prova Fácil é uma escolha inteligente, assertiva e que colocará a sua instituição em outro patamar em termos de organização, eficiência e satisfação por parte dos alunos, o que, por sua vez, são diferenciais competitivos super importantes.

Se você quer iniciar a expansão de unidades na EAD agora mesmo e com o pé direito, permita que o Prova Fácil Avaliações Regulares faça parte da sua gestão. Assim, os bons resultados serão apenas questão de tempo!