5 filmes que inspiram a estudar em sala de aula

31 de outubro de 2014
filmes que inspiram a estudar

Todas as formas de convergir arte, cultura, esporte e educação são bem vindas. Os alunos tendem a ganhar muito com aulas focadas em seu desenvolvimento. Neste sentido, levar para sala de aula, ou mesmo propor atividades, que façam com que os alunos tomem gosto pelo conhecimento e pelo aprendizado, são de grande valia para o processo pedagógico estruturado pelas escolas.

Nem todas as escolas têm facilidades de envolver suas atividades e propostas escolares em atrações culturais ou esportivas, seja por falta de recursos, apoio ou mesmo conhecimento. Por isso é importante que os professores e educadores se envolvam mais com os interesses das escolas e, principalmente, dos alunos, em busca de levar mais que conhecimento, mas também alternativas para que suas turmas possam ter acesso a novas formas de aprender. Neste sentido, existem vários filmes que podem tanto ser passados em sala de aula quanto sugeridos para serem vistos à parte.

filmes que inspiram a estudar

5 filmes com os quais seus alunos tem muito a aprender

  • À Beira do Caminho (Breno Silveira): O filme pode ser utilizado para discutir sobre diferentes processos de urbanização no país e as novas configurações da família brasileira.
  • O Som do Coração (Kirsten Sheridan): professores de artes podem se basear neste filme para propor atividades de percepção sonora.
  • A Máquina (João Falcão): através deste filme os alunos podem ter contato com diversas manifestações da cultura popular nordestina. A história ajuda a refletir sobre o conceito do tempo e a construção do futuro.
  • Janela da Alma (João Jardim/Walter Carvalho): trata-se de um documentário que traz a história de pessoas com diferentes graus de deficiência visual e suas respectivas relações com a visão e o olhar.A obra pode ser utilizada pelo professor para trabalhar temas como deficiência, visão e o excesso de informações audiovisuais.
  •  Vidas Secas (Nelson Pereira dos Santos): baseado no romance de Graciliano Ramos este filme é considerado, até hoje, uma das obras-primas mais importantes do cinema nacional. Apesar da versão preto e branco, vale a pena apresentar esta história aos alunos e analisar os pontos em comum e divergentes com relação ao próprio livro.

Além do cinema, outras expressões artísticas e culturais podem fazer parte do seu plano de aulas. Estas opções de interação com os alunos não só permitem à turma sair da rotina, como também torna mais sensível e apurada a percepção do professor sobre seus alunos.