Gestão do Conhecimento: Por que investir no capital intelectual?

14 de agosto de 2014
gestão do conhecimento capital intelectual prova fácil

Criação, identificação, integração, recuperação, compartilhamento e utilização do conhecimento dentro da instituição e/ou organização: esta é a base da Gestão do Conhecimento. Ao aplicá-la dentro de sua estrutura organizacional a instituição mostra seu interesse em agregar valor ao seu método de ensino a partir da valorização do conhecimento de seus colaboradores, que, a propósito, é o maior capital que uma empresa possui.

Com a Gestão do Conhecimento, que também pode ser chamada de Knowledge Management, toda informação deve ser transformada em conhecimento e distribuída a todos os interessados. O objetivo é investir no capital intelectual da instituição e, para dar o primeiro passo, é preciso identificar entre os colaboradores quem são os detentores do conhecimento; a partir daí passamos ao segundo passo, que é fazer o seu gerenciamento de forma correta.

Como gerenciar o conhecimento?

Uma instituição que realiza uma boa gestão de conhecimento sai na frente sobre variados aspectos: vantagem competitiva em relação à concorrência, potencialização do capital intelectual de seus colaboradores, eficiência e eficácia dos processos internos, principalmente aqueles que exigem importantes tomadas de decisões e, talvez o mais significativo de todos, qualifica o seu método de ensino, já que todos os profissionais estão envolvidos no processo de obtenção de novos conhecimentos.

Uma empresa, de qualquer área que seja, se consolida no mercado quando se torna referência para aqueles que procuram seus serviços. Ter uma equipe que passa confiança e credibilidade é, sem dúvidas, primordial para se tornar essa referência. Com a globalização da economia e os constantes avanços tecnológicos, o conhecimento tornou-se valioso, e se antes era guardado a sete chaves, hoje a regra é compartilhá-lo, a fim de formar uma equipe de profissionais capacitados e integrados.

Técnicas de gestão do conhecimento

Vários são os métodos e técnicas que podem ser utilizados na aplicação da Gestão do Conhecimento. Muitos deles, provavelmente, você já ouviu falar e até mesmo já tenha usado. O diferencial está em usar essas técnicas focadas no compartilhamento do conhecimento. Listamos algumas delas abaixo:

  • Brainstorm
  • Painel de Especialistas (PE)
  • Redes de Relacionamento (RR)
  • Redes Sociais (RS)
  • Redes de Cooperação (RC)
  • Benchmarking
  • SWOT (ou FOFA – Fortalezas, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças)
  • Delphi (método de previsão do futuro que realizado de forma sistemática, obtém o consenso entre diferentes especialistas)
  • Cenários;
  • Mapas de Conhecimento (MC)
  • Sistemas Especialistas

Ciente da importância da Gestão do Conhecimento dentro das instituições e dos principais métodos e técnicas que podem auxiliar nesse processo, é hora de olhar para dentro da sua equipe e dar início à execução dos trabalhos; afinal há muito conhecimento a ser compartilhado.

Baixe nosso e-book “Como as IES mantêm a qualidade do EAD através de avaliações”