• Posts
  • Materiais
  • Artigos
  • Cases
  • Tutoriais
Posts

Avaliação diagnóstica: entenda a importância para a sua instituição

Como avaliar o aprendizado dos seus alunos pode ajudar a sua escola a manter um padrão de ensino e boa reputação

Garantir a satisfação, qualidade e padrão de ensino de uma escola não é uma tarefa fácil. A cada ano letivo que se inicia, é necessário parar para avaliar tudo que foi feito, o que pode ser melhorado e o que não deve fazer mais parte do escopo daquele ano. Essa avaliação também deve ser feita com os seus alunos.

Você sabe como identificar as dificuldades deles? Qual é o conhecimento prévio de cada um? Por que a grande maioria tem dificuldade com alguma matéria específica? Essa informação é essencialmente poderosa para o sucesso na aprendizagem dos seus alunos e só pode ser conquistada através de um planejamento docente e pedagógico adequado.

O que é a avaliação diagnóstica?

O método tradicional de avaliação das escolas é baseado em um sistema de pontos ou notas, gerando um resultado mais quantitativo do que qualitativo. Muita das vezes impossibilitando a identificação de dificuldades e dúvidas dos alunos.

Através da avaliação diagnóstica, é possível avaliar o método de ensino, competências, e habilidades. Gerando assim, um resultado mais analítico e rico para identificar a causas das dificuldades enfrentadas pelos alunos e suas necessidades.

A inovação tem sido cada vez mais requisitada nos ambientes escolares, onde os professores são obrigados a acompanhar o ritmo acelerado das tecnologias no sistema de ensino. Essa necessidade, se identificada, pode trazer um aumento considerável e relevante na produtividade dos alunos, gerando um aprendizado eficaz.

Como colocar em prática?

Existem várias formas de trabalhar a avaliação diagnóstica em sua instituição de ensino. Em cada nível escolar, você encontrará uma ferramenta mais adequada. O que todas elas têm em comum é a postura que a instituição deve assumir para aplicá-las. É necessário romper as barreiras com o conservadorismo para promover o diálogo e a reflexão. Ações como essas, devem ser promovidas em coletivo, sendo necessário permitir a expansão de produção de conteúdo por parte dos alunos.

Produção de redações

Escrever é um processo de aprendizagem contínuo e muito ligado aos anos anteriores. Desde a etapa de alfabetização até a caligrafia, cada ano letivo o aluno é introduzido a novas regras gramaticais, níveis de escrita e aprendizado.

Nada melhor do que avaliar se o aluno está evoluindo no aprendizado ou ainda comete erros de iniciante. O que ajudaria a identificar uma falha de aprendizado em alguma etapa, para que assim, o professor possa trabalhar em cima dele.

Leitura e interpretação de textos

Você sabe qual é a importância da leitura? Ela está ligada diretamente a capacidade de escrever bem e de interpretação de textos. Revistas, jornais e livros em geral são algumas das fontes de leitura facilmente disponíveis no dia a dia. Há inúmeros assuntos e contextos para os diferentes tipos de pessoas, o que facilita a cada professor incentivar o aluno a procurar aquilo que mais tem a ver com sua personalidade ou que atende às suas necessidades intelectuais.

Ler, pode aprimorar o repertório sociocultural dos alunos, fazendo com que as as ideias sejam amplas sobre os vários temas. Além de também expandir o desenvolvimento intelectual, facilitando o processo de interpretação e aprendizagem, assim como os atos comunicacionais, que serão cada vez mais eficientes.

Aplicar esse método de avaliação diagnóstica na sua escola, estimula a capacidade do aluno ser crítico e reflexivo ao expor opiniões. Pode também, expandir o repertório vocabular, fazendo com que seu texto e fala sejam mais eloquentes, expressivos e persuasivas.

Debates

Um dos métodos de avaliação diagnóstica mais ricos é o debate. Muito usado também de forma tradicional de avaliação pontuada, nele os alunos são capazes de aplicar o conhecimento nas próprias palavras, experiências e vivências. Além de valores como: respeito, educação, paciência, saber a hora de ouvir e também de aprender com opiniões novas.

Valores estes, intrínsecos para o aprendizado.

Exercícios matemáticos

Matemática é uma ciência exata facilmente aplicada em vários âmbitos da nossa vida. Equações e contas são cobradas em exames como o Enem e vestibulares de todo país.

Embora sejam avaliados de forma tradicional, esses podem ser aplicados de forma contextualizada e em vários níveis, sendo avaliados juntamente com outros parâmetros, como  por exemplo, interpretação de texto.

Tecnologias

A educação experimentou uma verdadeira revolução no século XXI. Com a democratização do conhecimento, as escolas precisaram reaprender a ensinar. Dessa forma, a inclusão da tecnologia em sala de aula, mais do que um caminho, uma urgência.

Assim, aquilo que poderia ser um empecilho para a educação formal, tornou-se um aliado, ajudando o ensino a dar grandes avanços, como por exemplo, utilizar da tecnologia como método de avaliação diagnóstica.

Hoje o emprego de recursos tecnológicos na educação já é uma realidade. Os resultados colhidos pelas instituições de ensino que adotam a prática mostram a importância que ela tem como mecanismo de aprimoramento do aprendizado.

avaliação diagnóstica-1

Algumas razões pelas quais o uso da tecnologia em sala de aula é importante para o aumento do desempenho dos estudantes:

  • Tira o tédio das aulas

Manter os estudantes motivados dentro de uma sala de aula, em meio a um mundo de possibilidades e informações, não é tarefa fácil. Os jovens sentem tédio, e para que a atenção deles fique focada no ensino é preciso uma boa dose de criatividade.

Um aprendizado multimídia, por meio do qual o estudante possa absorver a informação com simulações, vídeos 3D, jogos, podcasts e recursos educativos disponíveis na web, é muito mais instigante do que um ensino tradicional, com cadernos, quadro e o professor palestrando durante um longo período.

Quanto mais ávido o aluno for pelo conhecimento, melhor desempenho ele terá. É missão do educador despertar no estudante essa paixão pelo saber, essa fome pelo aprendizado. A tecnologia em sala de aula é uma parceira nesse desafio.

  • Favorece o aprendizado ativo

As instituições modernas têm se inclinado cada vez mais para um método de ensino conhecido como aprendizado ativo. Nele, o aluno não é um agente passivo, mas sim um protagonista do processo de ensino e aprendizagem.

Dessa forma, ele é estimulado a debater ideias com o professor e a agregar informações. Assim, o conhecimento que ele traz na bagagem não é ignorado. Essa atitude faz com que o aluno sinta a necessidade de se aprofundar nos assuntos tratados em aula, para poder argumentar e se tornar uma parte integrante do processo.

Como o conhecimento que o aluno traz para a aula vem, na maior parte, de pesquisas que fez na web, é importante que ele tenha em sala uma forma de “mostrar” o que encontrou, e não apenas de falar, até porque, muitas vezes, as informações podem ser imagens ou áudios. Então, ele precisará que a escola forneça meios para que apresente as referências que tem.

  • Supre a necessidade de imediatismo

Pessoas que já nasceram após os anos 2000 vivenciaram, desde pequenas, uma realidade muito diferente das gerações anteriores. A tecnologia não somente faz parte da realidade delas hoje, como sempre se fez presente.

Pensando nisso, se para as pessoas de gerações anteriores já é difícil viver sem o imediatismo que a tecnologia proporciona – como a troca de mensagens de forma instantânea, a visualização de fotos na mesma hora e a pesquisa por informações em tempo real – para os mais jovens, essa urgência é ainda maior.

Isso pode ser usado pelas escolas de forma favorável. Com o uso da tecnologia em sala de aula já é possível dar aos alunos um retorno imediato sobre várias questões. Dúvidas que o professor teria que checar para depois dar uma resposta ao estudante, por exemplo, podem ser verificadas na hora pela internet, sanando a questão no momento em que ela surge.

Para correções de tarefas, a tecnologia também pode auxiliar, permitindo que o professor dê um feedback ao aluno em um tempo mais curto. Ela possibilita, por exemplo, a correção das redações de uma turma inteira em 24 horas.

Mais do que uma facilidade aos professores, o retorno de uma questão enquanto ela ainda está fresca na memória favorece a fixação do aprendizado. Então aqui, mais uma vez, a tecnologia se mostra benéfica.

  • Possibilita o intercâmbio de conhecimentos

Os limites geográficos deixaram de ser barreiras para a troca de conhecimentos quando surgiu a internet. Hoje uma escola consegue, utilizando tecnologia em sala de aula, criar projetos colaborativos com instituições de ensino de outros estados e até de outros países.

Isso permite que os alunos ampliem as possibilidades de aquisição de conhecimento, tenham um contato mais real com uma outra cultura e até pratiquem um idioma ensinado em sala de aula.

Essa prática também vai ao encontro de um dos quatro pilares da educação, que diz que uma forma efetiva se ensinar a tolerância e a não-violência é a criação de projetos entre povos com um objetivo em comum, desenvolvendo um sentimento de colaboração. 

Existem várias formas de avaliar alunos. Todas elas devem ser utilizadas em momentos pontuais do processo de ensino, com um único objetivo em comum: certificar-se que o aluno está aprendendo o conteúdo proposto e avançando a cada ano mais.

Identificar as causas de fracasso desse processo é uma etapa fundamental do processo de educação, sendo a avaliação diagnóstica indispensável nos sistemas de ensino. Atingir bons resultados trazem bons frutos para todos: alunos, professores e principalmente a instituição.

Esse post é oferecido pela Imaginie, uma plataforma de redação com mais de 200 temas para seus alunos você praticarem, corretores qualificados nos moldes do Enem e conteúdo exclusivo sobre redação, gramática, exame nacional e vestibulares.

Dê o próximo passo para os seus alunos conquistarem o curso dos sonhos!


Veja mais

VER MAIS POSTAGENS

Pesquisa

MAIS LIDAS

Por que a transformação digital no Ensino Superior é um caminho sem volta?Importância de um software para elaborar prova nas instituições de ensinoAvaliação diagnóstica: entenda a importância para a sua instituiçãoConheça as instituições que já utilizam software para elaborar provasPor que o Prova Fácil é importante para a transformação digital na educação?Software para elaborar prova: o que é, e tudo o que ele pode fazer pela sua Instituição!

As melhores soluções para gerenciar as suas avaliações

SIGA-NOS

ASSUNTOS