As 10 melhores dicas para investir na Aprendizagem Adaptativa

16 de julho de 2014
investir em aprendizagem adaptativa

Por mais que o tema esteja na crista da onda, as instituições de ensino não devem se limitar a acolher a aprendizagem adaptativa “porque a concorrência faz”. Essa opção é realmente muito importante para os alunos e corpo docente, mas é preciso estudar plenamente a escolha antes de implementá-la. Isso porque, claro, existem muitas nuances (principalmente técnicas) dentro das plataformas de aprendizagem adaptativa que devem ser levadas em consideração. Veja 10 dicas para investir na aprendizagem adaptativa do jeito certo e melhorar consideravelmente o desempenho da sua instituição de ensino.

  1. Escolha a plataforma correta. Não adianta investir na aprendizagem adaptativa por meio de um sistema falho ou que não vai responder às expectativas da escola.
  2. Fique de olho nas possibilidades de integrar educação e jogos: cada vez mais os tablets e celulares entram nas salas de aula como aliados dos professores, e não como inimigos. Saiba utilizá-los de maneira correta.
  3. Diversifique as atividades para que o aluno tenha hiperfoco, já que, na aprendizagem adaptativa, foco é tudo. Gerar atividades diferentes causa mais atração nos alunos.
  4. Adaptação é repetição, então não tenha medo de instruir seu corpo docente a pegar firme nas atividades da aprendizagem adaptativa.
  5. Treine sua equipe interna para utilizar a aprendizagem adaptativa. Não adianta ter a melhor intenção – e a melhor ferramenta – se a equipe não souber com o que está trabalhando.
  6. Melhore o tempo de resposta dos professores às atividades, com aplicativos que otimizem a correção de atividades e provas.
  7. Customize a aprendizagem adaptativa à sua realidade, pois cada instituição tem suas limitações. Não pegue um modelo pronto de outra, pois esse modelo pode não dar certo em outros contextos.
  8. E-Learning” é a bola da vez: não tenha medo de investir em ensino à distância, por meio de plataformas eletrônicas diversas, para que os alunos continuem aprendendo até mesmo fora da escola.
  9. Use e abuse do Big Data. Esse compilado gigantesco de dados está à sua disposição, quando você tem aprendizagem adaptativa, e pode ser a resposta para muitos problemas que você pode vir a ter no futuro.
  10. Não tenha medo da tecnologia. Ela não vai tirar o valor da escola ou dos professores. Quem vê a tecnologia como forte aliada da educação só tem a ganhar. Por isso, invista sem medo. Instituições que tem a mente mais aberta conseguem melhorar seu desempenho através da tecnologia e, ainda, aumentar a autoestima de seu corpo docente.

investir na aprendizagem adaptativa