Leitor de gabarito de provas: o que é e como funciona?

11 de novembro de 2020

A correção de provas é uma atividade essencialmente trabalhosa. Até mesmo para as avaliações de múltipla escolha, que são menos complicadas que as dissertativas neste sentido, é preciso investir bastante tempo. Felizmente, o leitor de gabarito de provas pode mudar essa realidade.

Ao invés de ter que fazer este processo manualmente, ele pode ser digitalizado, o que abre uma série de possibilidades aos professores, que podem usar o tempo restante para outras atividades escolares e acadêmicas mais importantes ou até mesmo para seu descanso e lazer.

Continue conosco para entender como funciona o leitor de gabarito e quais são os impactos que isso pode trazer para a rotina dos professores dentro e fora da sala de aula.

É realmente importante ter um leitor de gabarito de provas?

Business woman in the office

Sem dúvidas, especialmente para amenizar a sobrecarga de trabalho dos professores e, consequentemente, combater o estresse e outros problemas consequentes disso.

A solução do leitor de gabarito de provas pode até parecer como dispensável para alguns em um primeiro momento, mas basta entender as implicações que isso pode trazer para a rotina dos professores (e de toda a instituição de ensino, por consequência) para entender sua real necessidade.

Para analisar a questão sob um viés mais abrangente, podemos olhar para os resultados de uma das principais pesquisas a nível global sobre a área da educação, a TALIS (Teaching and Learning International Survey, ou “Pesquisa Internacional sobre Ensino e Aprendizado”).

Elaborada pela OECD (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), ela reúne uma série de dados e informações relevantes sobre o cenário global da educação, além das rotinas dos professores, seus sentimentos e opiniões sobre a profissão, entre outros insights valiosos.

Ao verificar o que aparece no TALIS 2018 Results (Volume II)”, versão mais recente lançada até então do estudo, publicada em 23 de março de 2020, é possível compreender como o leitor de gabarito de provas pode fazer toda a diferença para os professores.

Entre tantas informações valiosas presentes no estudo, feito com profissionais de 48 países, entre eles o Brasil, algumas das principais (e que corroboram para a importância do uso de um leitor de gabarito) são as seguintes:

  • 18% dos professores relatam passar por muito estresse em seu trabalho;
  • 49,4% afirmam que uma das principais fontes de estresse é o fato de ter muito trabalho administrativo a fazer;
  • 40,8% dizem que a correção de atividades dos alunos também está entre as principais fontes de estresse;
  • Entre as outras fontes de estresse no trabalho estão o excesso de aulas a preparar (33,4%), a grande quantidade de lições a ensinar (28,2%) e o fato de ter tarefas a mais por conta de professores ausentes (24,7%).

Além disso, a pesquisa também buscou levantar quantas horas os professores gastam em seu trabalho por semana. A média foi de 38,8 horas semanais, sendo que pouco mais da metade (20,8 horas) são destinadas especificamente ao ensino.

O tempo investido semanalmente para as demais tarefas foi o seguinte:

  • Planejamento individual ou a preparação de lições, seja na escola ou fora dela (6,5 horas);
  • Correção de atividades dos alunos (4,2 horas);
  • Trabalho administrativo em geral (2,7 horas);
  • Trabalho em equipe e diálogo com os colegas dentro da escola (2,7 horas).

As questões do estresse e do excesso de trabalho são problemas infelizmente comuns para os professores, como podemos ver nos resultados das pesquisas, o que pode interferir diretamente em sua qualidade de vida.

Caso esses quadros se agravem, então podem até evoluir para a Síndrome de Burnout, distúrbio psíquico e de natureza depressiva que leva a pessoa a um quadro de esgotamento psicológico, físico e emocional.

Tal situação é tão comum entre os docentes que, de acordo com uma pesquisa feita pela psicóloga Nádia Maria Beserra Leite, da Universidade de Brasília (UnB) , com mais de 8 mil professores da educação básica da rede pública da região Centro-Oeste do Brasil, 15,7% dos entrevistados apresentam Síndrome de Burnout.

Nádia disse que se o mesmo índice for apresentado em todo o país, representaria pelo menos 300 mil profissionais brasileiros com a síndrome, o que é um número bastante elevado.

Portanto, ter um leitor de gabarito ajuda os professores a lidarem melhor com uma das atividades que mais toma seu tempo e, por isso, ajuda diretamente em sua qualidade de vida, além da satisfação que eles têm com o trabalho e, consequentemente, da qualidade do ensino.

Como funciona o leitor de gabarito?

De uma maneira bem simples: através de um scanner ou mesmo da câmera de um smartphone, em um processo que pode ser realizado em questão de segundos.

Os alunos recebem a prova e o gabarito. Então, as respostas devem ser marcadas na folha do gabarito, com o pré-requisito de que o círculo correspondente à resposta desejada deve ser completamente preenchido, de preferência com caneta azul ou preta de escrita média.

A partir do momento que o professor tiver as folhas de respostas, ele deve proceder com a digitalização daqueles documentos, o que pode ser feito tanto com um scanner quanto com um smartphone, de acordo com a disponibilidade e o que o docente julgar mais prático.

Com a digitalização pronta, o leitor de gabarito de provas consegue entender quais foram as respostas preenchidas e, com isso, fazer a correção daquela prova sem que o professor tenha todo aquele trabalho manual, enfadonho, cansativo e passível de erros, o que é natural pela grande quantidade de documentos.

Uma das melhores formas de usar o leitor de gabarito é com um sistema de gestão de provas, como o Prova Fácil Avaliações Regulares, pois ele cria as folhas de resposta automaticamente e também as separa por grupos, se necessário, para evitar cola.

As folhas de resposta de um sistema de gestão de provas já são impressas com nome e número de matrícula dos alunos, o que garante ainda mais a segurança do processo.

Além disso, o QR Code expresso na folha de resposta auxilia na auditoria do processo, como em casos em que haja a perda do documento em alguma etapa. Também é importante ressaltar que o procedimento possibilita a correção automática de provas e o lançamento automático das notas no perfil de cada aluno.

O leitor de gabarito do aplicativo Prova Fácil Professor, por sua vez, é utilizado para a leitura rápida dos cartões resposta, o que resulta em um grande ganho de tempo por parte dos professores, embora não tenha o viés de auditoria e segurança presente no Prova Fácil Avaliações Regulares.

Confira mais informações sobre o processo em nosso guia sobre a qualidade de impressão e digitalização no Prova Fácil Soluções.

Leitor de gabarito: mais agilidade, praticidade e eficiência para a correção de provas

Young teacher in formalwear looking at camera during work

É inegável que usar um leitor de gabarito traz muitos benefícios. O professor ganha em eficiência, economiza seu tempo, evita falhas de correção e pode utilizar o tempo que resta com outras atividades, sejam elas da escola ou mesmo de interesse pessoal.

A instituição de ensino também ganha, pois os alunos perceberão a evidente transformação digital na educação e se sentirão satisfeitos com isso, o que impacta até mesmo o futuro interesse por novos alunos.

Ainda falando sobre os alunos, eles também recebem suas notas com muito mais agilidade com a correção rápida, o que resulta em mais tempo para se preparar para as avaliações seguintes de acordo com os resultados da correção anterior.

Depois de saber como funciona o leitor de gabarito, é possível perceber que o processo é super simples e, com isso, todas as instituições podem adotá-lo sem maiores problemas de adaptação para os professores. Em caso de qualquer dúvida, o suporte sempre estará à disposição.
Todos saem ganhando com a adoção de um leitor de gabarito de provas, que é uma das muitas funcionalidades do Prova Fácil Avaliações Regulares. Comece a utilizar o quanto antes e comprove todos os benefícios que ele pode trazer à sua instituição de ensino!