Matriz de referência na escola: Como isso pode ajudar?

9 de julho de 2014

Segundo a definição do portal QEdu.Org, “matrizes de referência são documentos que contém o conjunto de habilidades de cada série e disciplina e que podem ser mensuradas através das questões da Prova Brasil”. Até aí, tudo bem. Mas como adotar o uso da matriz de referência para atingir os objetivos pedagógicos propostos?

A princípio, a matriz de referência da Prova Brasil não deve, em hipótese alguma, ser confundida com propostas curriculares pertinentes a cada escola, uma vez que a matriz não contempla todo o currículo escolar, apenas questões pontuais. Contudo, é possível utilizar as questões da matriz para nivelar o conhecimento dos alunos em séries básicas ou fundamentais em relação ao que já é feito na rede pública de ensino.

Uma das melhores formas de se fazer isso é estabelecendo um comparativo sobre as diversas matrizes de referência da Prova Brasil ao longo dos anos, uma vez que ela (a matriz) é a mesma para todas as edições.

matriz de referência na escola

A Prova Brasil

Também conhecida como Avaliação nacional do Rendimento Escolar (Anresc), a Prova Brasil engloba a rede pública de ensino na quarta, quinta, oitava e nona séries. É uma avaliação censitária feita em toda a rede municipal, estadual e federal de ensino, que tem como objetivo avaliar a qualidade do que é ministrado em sala de aula dentro das escolas públicas brasileiras.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas) disponibiliza no seu portal as matrizes de referência da Prova Brasil para as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Com elas, o corpo docente da sua escola pode desenvolver processos para a melhoria contínua do ensino e a definição de novas metas e objetivos pedagógicos dentro de uma instituição de ensino.

Como adotar a matriz de referência para atingir objetivos pedagógicos?

Sua instituição pode se fazer valer das matrizes de referência no auxílio aos professores para que eles, com os resultados do ensino público brasileiro nas mãos, possam identificar gaps de aprendizado e melhorar o tempo que é gasto dentro da sala de aula. A otimização desse tempo, somada a novas maneiras de passar o conteúdo, tornam o aprendizado mais interessantes – e podem fazer elevar as notas da Prova Brasil a partir de então.

matriz de referência na escola