Dois segredos essenciais sobre Matriz de Referência

3 de dezembro de 2014
matriz de referência

As instituições de ensino e os profissionais que a compõe aproveitam muito pouco do que a matriz de referência pode oferecer. Mais que utilizá-la para acompanhar o rendimento dos alunos, ela é uma importante aliada para dar sequência aos trabalhos em sala de aula, direcionando muito mais o conteúdo para os interesses, habilidades e necessidades dos estudantes.

Para aqueles que ainda não sabem, as matrizes de referência são os documentos que contém o conjunto de habilidades de cada série e disciplina e que podem ser mensuradas através dos itens (questões) da prova. Ou seja, em uma prova que foi construída com base na matriz de referência, a cada questão respondida pelos alunos, os itens são elencados em uma escala de proficiência que permite verificar quais das habilidades previstas na matriz que foram efetivamente desenvolvidas e os níveis de desempenho atingidos pelos alunos.

matriz de referência

Contudo, é preciso ressaltar dois pontos da matriz de referência que são de suma importância e dos quais muitos alunos e professores não têm ciência:

  1. Por meio da escala de proficiência é possível conhecer a nível médio da escola e, portanto, quais são as habilidades previstas na matriz de referência que os estudantes daquela instituição demonstram ter desenvolvido efetivamente. Estes dados vão impactar, principalmente, no trabalho dos professores e no método pedagógico adotado pela instituição. Se os alunos têm baixo rendimento, em algum momento do processo algo está falhando e isso precisa ser revisto.
  2. A matriz de referência é parte dos componentes das avaliações da evolução da qualidade da Educação de redes e sistemas públicos de ensino, ou seja, provas de grande escala como Prova Brasil e ENEM utilizam a Matriz de Referência para elaborar suas questões.

Esses pontos são passíveis de citação pois professores e alunos poderão entender melhor a importância de usar a matriz de referência como aliada em salas de aula. Resumindo, as matrizes de referência apresentam apenas o objeto da avaliação, uma vez que as habilidades selecionadas para a composição dos testes são aquelas que podem ser mensuradas por testes padronizados compostos, geralmente, por itens de múltipla escolha.

Sendo assim, considerando a forma como são apresentados os resultados da avaliação que utilizou a matriz de referência, as informações podem permitir aos professores a compreensão sobre os resultados e rendimentos dos seus alunos e, principalmente, se estão se apropriando das habilidades relacionadas aos diferentes componentes curriculares avaliados. Tudo isto pode colaborar para sua intervenção pedagógica no sentido de ajudar os alunos no desenvolvimento dessas aprendizagens.

índices educacionais