Nova tecnologia de Gestão de Provas

26 de agosto de 2014
nova tecnologia de gestão de provas

Otimizar, facilitar, gerenciar e organizar seus processos. Essas palavras e termos te lembram um ambiente empresarial? Pois saiba que se tratam de boas práticas para dentro e fora das salas de aulas e, neste caso, não somente de uma relação com os alunos e, sim, com professores e diretores. Em tempos onde a tecnologia tem espaço em todos os setores, é hora de usá-la a seu favor na gestão de suas provas.

Otimizar tempo, facilitar processos, gerenciar demandas e organizar tarefas; o uso de certas práticas podem descomplicar seu dia. A gestão de provas é uma prática que faz parte do processo educacional e, sem dúvidas, ocupa um tempo dos professores e educadores que, em suma, poderia ser utilizado para novos estudos, pesquisas e descobertas.

Segundo o dicionário Aurélio, o significado para palavra tecnologia é “estudo dos instrumentos, processos e métodos empregados nos diversos ramos industriais”. Já para especialistas, a tecnologia é “uma aplicação prática do conhecimento científico em diversas áreas de pesquisa”. Quer saber a relação desses significados com a Gestão de Provas? Esses significados mostram que a tecnologia é uma prática que visa facilitar a vida das pessoas, independente da área.

No meio educacional não é diferente: o uso da tecnologia já é uma realidade que funciona a favor dos profissionais. Fazer a gestão de uma prova, por exemplo, já não requer mais tantos esforços; a tecnologia facilita tudo e está ao alcance de um clique.

nova tecnologia de gestão de provas

Já apresentamos aqui vários termos – tecnológicos, inclusive – que todos os acadêmicos devem conhecer sobre gestão de provas. Além disso, também já falamos sobre o uso da tecnologia na correção das provas. Todo o conteúdo apresentado nesses materiais visam facilitar o dia-a-dia dos profissionais envolvidos no processo educacional, automatizando as burocracias a fim de possibilitar a otimização do tempo desses profissionais.

Mudar toda estrutura tradicionalista das instituições, revolucionando as metodologias atuais com o uso da tecnologia requer tempo, já que é um processo a longo prazo. Mas, avaliando individualmente, essa saída é muito mais fácil. Cada professor (ou mesmo outros profissionais que participam do processo) pode, aos poucos, mudar esse cenário – sem que seja exigida expertise em tecnologia para tal. São as pessoas que criam e fazem mudanças nos métodos de uma instituição. Se atualizar das oportunidades e saber quando são aplicáveis ao seu trabalho faz com que a informação circule e, aos poucos, esse forte aliado à distância de um clique faça parte do sistema.

Se a tecnologia para a Gestão de Provas já foi criada, testada e aprovada, nada mais óbvio que os profissionais comecem a desfrutá-la no dia-a-dia. Não seja apenas parte do processo de mudança: estude, conheça e aplique no seu trabalho a tecnologia como “ajudante” do profissional de educação; assim você está, definitivamente, fazendo a diferença.