O poder da leitura para as provas difíceis

19 de janeiro de 2015
poder da leitura para provas prova fácil

Se você vai prestar um concurso, seja ele para ingressar numa escola técnica, ensino superior ou ainda para um cargo profissional, antes de tudo, leia com atenção o edital e certifique-se de que está indo pelo caminho certo na hora dos estudos. Neste caso, as leituras exigidas pelos organizadores da prova são essenciais; ou seja, saber exatamente quais livros precisam ser lidos durante seus estudos é fundamental para um bom desempenho.

No caso do ENEM 2014, por exemplo, as apostilas com as leituras necessárias estavam disponíveis em versões digitais para baixar na internet, e foram essenciais para estudar as matérias específicas. No geral é preciso ficar atento às noticiais recentes, acompanhando jornais, revistas, documentários e se atualizando ao máximo para se sair bem tanto na redação quando nas questões objetivas.

Grandes universidades, como Fuveste e Unicamp, exigem dos candidatos a leitura de obras literárias. Neste ano, por exemplo, entre os livros exigidos pelas instituições estão os clássicos Viagens na minha terra (Almeida Garrett), Til (José de Alencar), Memórias Póstumas de Brás Cuba (Machado de Assis), Cortiço (Aluízio Azevedo), A cidade e as Serras (Eça de Queirós), Vidas Secas (Graciliano Ramos), Capitães da Areia (Jorge Amado) e Sentimento do Mundo (Carlos Drummond de Andrade).

Estes clássicos literários, que entram como leitura obrigatória nas provas destas grandes instituições, já deveriam fazer parte da vida dos brasileiros bem antes da prova – com esse tipo de bagagem os estudantes estariam mais bem preparados para realizar qualquer avaliação. A leitura destes livros é uma excelente prática para quem quer expandir a mente e estimular a memória, potencializar a criatividade, ampliar o vocabulário, aprimorar a interpretação de texto e os conhecimentos sobre o mundo e melhorar a oratória, Além disso, a prática “obriga” o leitor a aprender a escutar e se concentrar em uma narrativa. Juntando todos esses benefícios, sem dúvidas, você estará bem mais apto a realizar uma boa prova.

No entanto, não há uma lista específica de livros que vai te garantir sucesso ao realizar uma prova. Seja ela difícil, intermediária ou fácil, o que vai determinar seus bons resultados é o quanto você se preparou para o teste. Uma coisa é fato: ler nunca é demais, pois o conhecimento tácito que vem da leitura prepara a gente para situações acadêmicas e pessoais. É bom lembrar que deixar tudo para última hora, inclusive aquela apostila de “só” dez páginas, nunca será a melhor opção. Se habitualmente você lê novos livros, se atualiza de notícias e acompanha novas pesquisas, sem dúvidas poderá focar seus esforços nos conhecimentos mais técnicos exigidos por determinadas provas. Agora, se você precisa absorver tudo isso de uma só vez, já torna o processo mais lento e complicado.

Enfim, se você quer se sair bem numa prova, leia seu edital, descubra o que será cobrado de você, leia livros agradáveis na hora do lazer e estude bastante. Só assim você alcançará seus objetivos.

Conheça as soluções da Prova Fácil