O que é o Projeto Político-Pedagógico – PPP?

5 de agosto de 2022
Projeto Político-Pedagógico - PPP

Muito se fala nas escolas sobre o Projeto Político-Pedagógico – PPP. Mas, afinal, o que é esse documento? Qual a sua real importância para o dia a dia escolar?

Muitos diretores e coordenadores deixam para fazer o Projeto Político-Pedagógico de última hora, apenas para entregá-lo na Secretaria da Educação no prazo estipulado.

Este é um grande erro, já que um PPP bem elaborado tem potencial para facilitar a rotina escolar, norteando decisões importantes, métodos de ensino e melhorando a qualidade da experiência oferecida ao aluno.

Veja, a partir de agora, como tudo isso é possível.

O que é o Projeto Político-Pedagógico – PPP?

O Projeto Político-Pedagógico – PPP é um documento obrigatório, que deve ser elaborado anualmente pelas escolas, seguindo os princípios da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDBEN 9.394/96).

Nele, devem constar os objetivos pedagógicos da Escola, bem como todas as diretrizes e métodos que serão utilizados para atingir esses objetivos.

O PPP recebe esse nome para contemplar as suas 3 principais funções.

  • Função de projeto: o documento reúne as ações propostas para o ano letivo e servirá de guia para que elas sejam cumpridas.
  • Função política: o documento entende a Escola como um espaço para a formação de cidadãos responsáveis, conscientes e críticos, capazes de transformar a sociedade em que vivem.
  • Função pedagógica: o documento detalha as atividades que serão desenvolvidas para o processo de ensino.

Qual é a importância do PPP?

A importância do Projeto Político-Pedagógico – PPP não se resume à sua obrigatoriedade, sendo um grave erro acreditar que a sua função termina no momento em que é entregue para a Secretária da Educação.

É na elaboração do PPP que serão levantadas as necessidades da Escola, reclamações dos alunos, dores dos professores e novas metodologias de ensino para melhorar e potencializar a experiência pedagógica.

E mais: é tendo o Projeto Político-Pedagógico sempre ao seu lado, que todos os agentes da educação poderão ter a certeza de que estão no rumo certo para a melhoria dos seus processos.

Portanto, fazer o documento às pressas ou mantê-lo guardado em uma gaveta durante todo o ano letivo pode custar a qualidade do ensino ofertado, prejudicar a experiência do aluno e potencializar problemas que poderiam ser facilmente resolvidos.

Como ter uma boa elaboração do Projeto-Político Pedagógico – PPP?

Projeto Político-Pedagógico - PPP

Além de informações básicas, como os dados da Escola (nome, endereço, CNPJ, nome do diretor e do coordenador pedagógico, entre outros), alguns itens que não podem faltar da elaboração do Projeto Político-Pedagógico – PPT são:

  • Missão: engloba as crenças, valores e princípios nos quais a Escola se baseia para construir o seu projeto de educação. Por fazer parte da espinha dorsal da Instituição, esta parte do documento não costuma sofrer grandes alterações de um ano para outro.
  • Contexto, famílias e comunidade: qual o contexto onde a Escola está inserida, qual o perfil médio dos alunos, que tipo de participação é esperada dos pais e da comunidade no processo pedagógico. Realizar uma pesquisa ou levantar dados sobre a situação socioeconômica das famílias ajuda a tornar essa parte do PPP mais completa.
  • Dados sobre aprendizagem: o número de alunos (total e por segmento), a média das notas em avaliações e taxas de aprovação e reprovação devem constar no documento tanto para a consulta das famílias quanto para se ter um panorama da qualidade da educação oferecida.
  • Recursos: os recursos de uma Escola podem ser humanos, físicos, tecnológicos ou financeiros. Isso engloba desde os dados dos colaboradores, passando pela infraestrutura e tecnologias que a Escola dispõe, até dados sobre a gestão financeira.
  • Diretrizes pedagógicas: aqui devem estar discriminados os conteúdos ministrados e os métodos utilizados pela Instituição. É imprescindível a participação dos professores na elaboração desta parte do documento, bem como atenção às normas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).
  • Plano de ação: se as diretrizes pedagógicas são as ideias, o plano de ação é como colocar essas ideias em prática. Devem ser definidas as estratégias, as pessoas responsáveis, os recursos necessários e as ações a serem tomadas para que a Escola alcance os objetivos para o ano letivo.

A importância da democracia nesse processo

Para que o Projeto Político-Pedagógico seja bem desenvolvido e atinja seus objetivos é fundamental que ele seja construído e elaborado de forma democrática, contando com a participação de todos os agentes da educação.

Isso inclui direção e coordenação, na função de mediadores do processo. Professores e funcionários, que são aqueles que mais entendem o dia a dia da Escola. Além de alunos e seus familiares, que podem ser ouvidos através de questionários e reuniões periódicas.

Essa participação é importante não apenas para que todos os pontos relevantes sejam contemplados, mas também para que cada agente se comprometa com metas e assuma responsabilidades.

Alguns erros comuns na elaboração do Projeto Político-Pedagógico

Os erros mais comuns na hora de elaborar um Projeto Político-Pedagógico – PPP são:

  • Delegar a criação do documento para terceiros: a participação de todos na criação do PPP cria a sensação de pertencimento e esclarece as diretrizes a serem adotadas. Encomendar o documento para consultores externos ou comprar um modelo pronto pode parecer mais fácil, mas descaracteriza totalmente o seu objetivo.
  • Reaproveitar versões anteriores do documento: é importante entendermos que a Escola é um ambiente vivo, que passa por constantes transformações. Desta forma, simplesmente revisitar o arquivo do Projeto-Político Pedagógico para reenviá-lo para a Secretária da Educação resultará em um documento desatualizado, que não será capaz de atender às necessidades atuais da Escola.
  • Ignorar diferentes opiniões: como já dissemos, a criação do PPP é de responsabilidade de todos. Portanto, o processo de ouvir diferentes opiniões, debatê-las e votá-las democraticamente é fundamental para a construção de um documento rico e que contemple todas as necessidades da Escola.
  • Não entender a real função do documento: o Projeto Político-Pedagógico – PPP será o manual por onde todos os agentes do ambiente escolar deverão se guiar. O documento pode conter também o portfólio da Instituição e elementos que o tornem mais atrativo, mas esse não deve ser o foco principal.
  • Dificultar o acesso ao Projeto Político-Pedagógico – PPP: este é um documento que não pode ficar guardado em um computador onde só uma pessoa tem acesso. Ele deve estar disponível para ser consultado por todos sempre que julgarem necessário, inclusive pais e familiares.

Inclua a Prova Fácil nos processos avaliativos do seu PPP

Uma característica de um Projeto Político Pedagógico – PPP bem desenvolvido é conter estratégias inteligentes de ensino, avaliação e medição de aprendizagem.

Não basta entregar um documento bem escrito se ele não contar com métodos modernos e tecnológicos para colocar seu plano de ação em prática. E isso você encontra na Prova Fácil!

Com nosso Sistema de Gestão de Provas, é possível otimizar os processos de elaboração, aplicação e correção de avaliações, melhorando a experiência do aluno e a qualidade de trabalho dos professores.

Depois disso, o sistema ainda oferece relatórios de desempenho para que seja possível analisar se as metas estabelecidas no PPP estão sendo cumpridas e buscar correções de rumo quando necessário.

Não perca tempo! E melhore ainda mais o plano de ação do seu Projeto Político-Pedagógico incluindo as soluções tecnológicas oferecidas pela Prova Fácil!