Como criar projetos interdisciplinares através da tecnologia?

8 de setembro de 2021
projetos-interdisciplinares-prova-facil

Os projetos interdisciplinares são uma excelente maneira de trabalhar a interligação dos conteúdos, gerando aulas atrativas e favorecendo o aprendizado.

As escolas têm investido em uma estratégia capaz de unir os conhecimentos de diferentes disciplinas: os projetos interdisciplinares. Através deles, não se busca inserir ou eliminar uma matéria do currículo, mas sim fortalecer cada uma delas.

Além disso, essa é uma oportunidade de motivar os alunos, gerando um espaço de aprendizagem mais atrativo, dinâmico e propício para o desenvolvimento de diversas habilidades cognitivas e sociais.

Inclusive, os próprios Parâmetros Curriculares Nacionais ressaltam a relevância da interdisciplinaridade em sala de aula, a colocando como um meio de resolução de problemas, conforme aponta o artigo “Interdisciplinaridade no ambiente escolar”.

Porém, para obter sucesso nesse objetivo, é preciso um esforço conjunto dos professores, gestores e instituição de ensino como um todo, de forma a implementar os projetos interdisciplinares no currículo escolar da escola. 

Então, para entender mais sobre esse conceito, seus benefícios e como usar a tecnologia na inserção desse recurso de aprendizagem, continue a leitura!

O que é Interdisciplinaridade?

A Interdisciplinaridade é o processo de ligação entre as diferentes disciplinas do currículo. Seu trabalho é voltado para viabilizar o diálogo entre as variadas áreas e saberes, de modo a interligar os múltiplos conhecimentos, dando sentido e importância a eles.

Assim, a conexão entre as disciplinas visa o alcance do saber de maneira conjunta, unida, ou seja, a partir da junção do que o aluno já sabe sobre o assunto acrescentado à aplicação dos conceitos na vida cotidiana.

Nesse sentido, conforme assegura o filósofo Jean Piaget, o saber interdisciplinar seria uma forma de se chegar ao estágio em que não há mais barreiras entre as disciplinas escolares.

Qual a importância da interdisciplinaridade?

Adotar projetos interdisciplinares na sala de aula auxilia na construção de um aprendizado significativo para o aluno. Uma aprendizagem significativa acontece quando o estudante consegue conectar o assunto estudado com situações do seu cotidiano.

Em outras palavras, é quando o discente enxerga valor naquilo que está estudando, o que, na prática, aumenta a motivação do mesmo pelo conteúdo, que por consequência, impacta positivamente no processo de absorção do saber.

Conheça mais benefícios dos projetos interdisciplinares: 

Rompimento de preconceitos

A interdisciplinaridade possibilita que os estudantes entendam sobre seus preconceitos, conceitos e a origem de suas vidas. Isso amplia a visão de mundo do aluno, que passa a ser mais receptivo a pontos de vista diferentes, já que variadas perspectivas são colocadas como exemplos.

Estimulação do senso crítico

O desenvolvimento do pensamento crítico é uma das maiores vantagens da interdisciplinaridade dos conteúdos. Com um olhar crítico, o estudante aperfeiçoa suas habilidades cognitivas e tem a chance de solucionar problemas considerando pontos de vista variados.

Ampliação da visão docente

Os professores também se beneficiam com a interdisciplinaridade ao passo que expandem sua visão de mundo sobre o conteúdo que mostram, que passa a não ser restrito à área de formação do profissional.

Ademais, a equipe docente ganha mais interação e o local de trabalho torna-se mais dinâmico, uma vez que todos trabalham com o mesmo objetivo de preparar as crianças e jovens para os desafios da vida.

Entendimento da Interdisciplinaridade no contexto global

Com a interdisciplinaridade, os alunos aprendem que não há uma única maneira de resolver um problema, tal como os problemas matemáticos, por exemplo. Logo, eles entendem que, da mesma forma que as disciplinas, o mundo também é interdisciplinar.

5 passos de como colocar a Interdisciplinaridade em prática 

Saiba agora 5 passos de como implementar projetos interdisciplinares na sua escola:

    • Recursos digitais: O uso de recursos digitais na educação é uma ótima maneira de contextualizar o currículo escolar com as inovações tecnológicas. Aqui, vale investir na criação de podcasts, blogs educativos e vídeos para postagem em redes sociais.
    • Metodologias ativas: as metodologias ativam colocam o aluno no centro do processo de aprendizagem, atuando como protagonista na construção do seu saber. A sala de aula invertida e a avaliação por pares são exemplos dessa abordagem.
    • Gamificação: O uso de games educativos possibilita que se utilize jogos já existentes e/ou novos, que podem ser proveitosos para envolver os conhecimentos de diferentes matérias. 
    • Idas a museus: Tendo em vista que os museus já configuram um espaço interdisciplinar, por valorizar as diferentes áreas do saber, a escola pode promover idas a centros culturais e museus e solicitar a produção de atividades sobre essa atividade.
  • Materiais didáticos adaptados: Começando pelo livro didático, é essencial que os materiais e ferramentas sejam propícios à realização da aprendizagem interdisciplinar. Assim, é possível trabalhar essa abordagem a partir dos livros que a escola já possui no acervo.

Visando alcançar resultados mais satisfatórios, os educadores devem realizar um planejamento conjunto, buscando adaptar o currículo com a rotina escolar de cada turma. Por isso, a importância de um trabalho conjunto.

Quanto à escola, esta deve favorecer a flexibilidade na abordagem dos conteúdos, dado que se houver muita rigidez, não será possível implementar uma aprendizagem focada na interdisciplinaridade.

Como criar projetos interdisciplinares através da tecnologia?

projetos-interdisciplinares-prova-facil

Os projetos interdisciplinares podem ser trabalhados por meio de recursos tecnológicos. Veja alguns exemplos:

Plataformas de ensino virtual

Muitas escolas já contam com uma área de ensino virtual, bem semelhante aos cursos EAD. Essa solução permite a comunicação, troca de ideias e realização de tarefas onlines, o que funciona como um incremento do ensino presencial, podendo ser uma iniciação ao ensino híbrido.

Uso de ferramentas digitais

Uma boa dica é criar um blog sobre a disciplina lecionada, bem como um grupo de discussões no Facebook ou WhatsApp. Aqui são válidos também o manuseio de documentos onlines, como os do Google Docs

Utilização de aplicativos e programas

Dentre muitos, os alunos têm à disposição, o Prezi (criador de slides criativos e o GoConqr (criador de apresentações e mapas mentais).

Projetos entre disciplinas: uma ferramenta importantíssima para otimizar o processo de ensino-aprendizagem

O desenvolvimento de projetos interdisciplinares é uma oportunidade de construir o conhecimento de modo amplo, valorizando o conhecimento das diferentes áreas e disciplinas do currículo.

Nesse contexto, para que a interdisciplinaridade chegue a bons resultados, é necessário que os educadores priorizem o planejamento de estratégias voltadas à conexão dos saberes entre as matérias escolares.

Por isso, para continuar por dentro do assunto, acesse já nosso e-book sobre metodologias ativas. A partir deste material, você, educador/coordenador, vai aprender como usar métodos inovadores com seus alunos, uma das premissas dos projetos interdisciplinares. Boa leitura!

Baixe o E-book “Como aplicar metodologias ativas na sua escola”