fbpx
  • Posts
  • Materiais
  • Artigos
  • Cases
  • Tutoriais
Posts

Redes sociais na sala de aula: é bom ou ruim?

Acredite: as redes sociais não são as vilãs que muitas vezes os professores, coordenadores pedagógicos, pais e supervisores pensam. Ao contrário do que muitos acreditam, essas ferramentas têm muito mais a contribuir com o processo educacional do que se pode imaginar. Se, antes, o uso de aparelhos como celulares e tablets em sala de aula era quase um crime, hoje essas ferramentas são excelentes estratégias pedagógicas.

Claro que o uso descontrolado das redes sociais e demais tecnologias em sala de aula pode dispersar os alunos e, de fato, atrapalhar o desenvolvimento da turma. Contudo, se o professor incorpora o uso desses recursos em suas aulas, além de prender a atenção do grupo, ele ainda garante que todos estarão absorvendo o conteúdo da melhor maneira possível: pela experiência memorável.

Quer saber como usar as redes sociais a seu favor? Confira:

  •  Eventos: o Facebook tem dois recursos que podem ser de grande valia para os professores. Com o “Meu Calendário” e “Eventos”, o educador pode recomendar atrações que estão rolando pela cidade ou na própria escola, como visita a uma exposição e ida a uma peça de teatro ou ao cinema. Além disso, o calendário das redes sociais pode ser utilizado para lembrar os alunos de entregas de trabalhos e datas de avaliações – lembrando que esta é uma alternativa complementar, o que não impede a escola de dar sequência aos seus métodos padrões de notificar seus alunos.
  •  Tira Dúvidas: o Facebook e o Google + possibilitam aos professores criarem grupos de discussões online, onde os alunos possam tirar suas dúvidas sobre determinada matéria, questões de prova ou exercícios e, claro, expor suas opiniões a qualquer hora e local. Essas questões levantadas online podem ser absorvidas pelo professor, organizadas e levadas para serem discutidas em sala.
  • Cobertura de eventos da escola: o limite de 140 caracteres do Twitter pode ser ótimo para interagir com os alunos. De forma rápida e dinâmica, uma alternativa interessante seria fazer uma cobertura criativa de eventos que estiverem acontecendo na escola, como campeonatos esportivos, feira de cultura, etc.
  • Conteúdos extras: não é porque a aula acabou que o conhecimento precisa deixar de ser compartilhado. As redes sociais são bons espaços para dividir com os alunos materiais multimídia, notícias de jornais e revistas, vídeos, músicas e trechos de filmes ou de peças de teatro que envolvam assuntos trabalhados em sala, de maneira complementar.

Já pensou o quanto os alunos podem se envolver mais com suas aulas se você se dispuser a entrar no universo deles? Avalie as possibilidades e veja que você e eles tendem a ganhar mais conhecimento, mais oportunidade e mais reconhecimento com o uso das redes sociais na sala de aula.

redes sociais na sala de aula


Veja mais

Artigos

As avaliações no processo de transformação digital da Kroton

Customer centricity, big data e user experience são alguns dos termos comuns para quem estuda o sucesso das grandes empresas digitais como Amazon, Google, Facebook, entre outras. Mas hoje elas…

VER MAIS POSTAGENS

Pesquisa

MAIS LIDAS

A importância da tecnologia na Educação e como ela impacta na performance​ de alunos e professoresComo elaborar provas que realmente ajudam na aprendizagem?Como criar um banco de questões inteligente?Conheça quais são os tipos de avaliação de aprendizagemComo evitar cola durante as provas? Veja 4 dicas!O que é correção automática de provas?

As melhores soluções para gerenciar as suas avaliações

SIGA-NOS