Como usar a tecnologia educacional para captação de alunos

7 de julho de 2017
jovem em uma biblioteca sobre uma mesa com notebook a sua frente

Como usar a tecnologia educacional para captação de alunos

A captação de alunos é um dos maiores desafios dos diretores. Já demos algumas dicas para atrair mais alunos durante as campanhas de matrícula aqui no blog. Mas, nesse post, vamos mostrar como a tecnologia educacional pode ajudar nesse desafio.

Qual o papel da tecnologia na captação de alunos?

Indiscutivelmente, vivemos em um mundo conectado. Basta alguns passos para ver pessoas em seus celulares, notebooks, tablets… As instituições de ensino precisam seguir essa onda inovadora se quiserem captar mais alunos.

A tecnologia ainda não marca presença em todas as instituições de ensino do país. Em escolas, por exemplo, apenas 2% dos professores utilizam ferramentas digitais na sala de aula. Dessa forma, utilizar a tecnologia é um diferencial que pode atrair muitos alunos.

Ferramentas tecnológicas estimulam a curiosidade e a aprendizagem dos estudantes, tornando o ensino mais engajador e eficiente. Nos dias atuais, as instituições de ensino atendem um público que praticamente nasceu na revolução digital, prezam a rapidez e a objetividade e buscam algo compatível com essa urgência. Por isso, a utilização da tecnologia é o caminho certo para atrair esses alunos!   

Por que a tecnologia é o futuro do ensino?

Levar o conteúdo para plataformas digitais torna a aprendizagem mais ampla, tira a aula do lugar comum e promove uma leitura cheia de atrativos. Os jovens estão acostumados a se conectar o tempo todo, fazer pesquisas em diversos lugares e aprender por conta própria.

Uma pesquisa da aprenda.online, iniciativa da Fundação Lemann, revelou que 12 milhões de brasileiros usam aplicativos, programas, softwares, videoaulas, simulados, jogos e outros recursos tecnológicos para estudar.

Então, um formato tradicional de ensino, em que o professor é o emissor da informação e o aluno apenas um receptor, não funciona mais. Com a utilização da tecnologia em sala de aula, o professor passa a ser um facilitador do aprendizado, apresentando as informações aos alunos e os ajudando a filtrá-las e interpretá-las.

As novas tecnologias, principalmente as digitais móveis, são de grande importância para o ensino e contribuem para a potencialização de novas experiências. A utilização de computadores, smartphones, jogos digitais e outras ferramentas ajudam alunos e professores não só a buscar respostas, mas a formular novas perguntas.Esse modelo educacional estimula o protagonismo do aluno, que passa a perceber que sua participação é essencial para um aprendizado sólido.

O uso da tecnologia também ajuda a colocar em prática o ensino personalizado. A aprendizagem adaptativa é um exemplo. Esse método educacional utiliza tecnologia para exibir conteúdos didáticos adaptados ao conhecimento e às necessidades de cada estudante. Para encontrar a trajetória de aprendizagem do aluno, o sistema se baseia nas respostas de exercícios e tarefas.

Mudanças na comunicação

A tecnologia torna o diálogo mais ativo e rápido entre a instituição e os alunos e ajuda a evitar falhas de comunicação. Existem aplicativos que ajudam no acompanhamento da rotina acadêmica, possibilitando acessar notas, histórico, situação financeira e receber informativos de datas de prova e outros eventos importantes.

Usar esses recursos também traz benefícios para a gestão escolar. Com aplicativos de comunicação, é possível que funcionários, alunos e toda a comunidade interna e externa faça sugestões, reclamações e elogios, a fim de contribuir para a melhoria da instituição. Esse tipo de relação fortalece os vínculos, pois garante que todos estão sendo ouvidos.

Essas ferramentas contribuem, ainda, para divulgar a marca da instituição, pois estar presente em serviços ao alcance da palma da mão traz visibilidade. Além disso, dá credibilidade, mostrando não ser uma organização obsoleta, o que atrai novos públicos.

Dicas de aplicativos

Existem várias ferramentas disponíveis que podem ajudar alunos, professores e a gestão da instituição. Um exemplo é o Sistema de Gestão de Provas da Starline Tecnologia. A ferramenta permite que o professor gerencie e organize o processo de criação das avaliações, faz a correção automática de questões objetivas e disponibiliza relatórios de desempenho tanto da turma quanto de cada estudante individualmente, sendo ideal para a realização de provas em larga escala.

O sistema também possibilita a criação de bancos de questões e de agendamento de testes, e formata a diagrama as provas. Para exercícios online, o Prova Fácil, aplicativo atrelado ao SGP, dá conta do recado. Ele pode ser usado tanto pelo navegador web quanto pelo tablet ou smartphone.

Com os relatórios de desempenho, fica mais fácil para a gestão acompanhar o desempenho dos alunos e, também, o dos professores. Além disso, mostra quais são os pontos fracos individualmente e em grupo, possibilitando um reforço em determinadas disciplinas e a melhoria do ensino.

E, claro, a presença nas redes sociais. Praticamente todas as pessoas hoje têm um perfil em alguma rede social. Aproveite essa facilidade e divulgue sua marca. Além de mostrar que a sua instituição está em dia com as novidades, vai atrair um público muito maior!

As tecnologias da educação podem facilitar o dia a dia de professores, pais e alunos, tornando a modernidade o grande diferencial da sua escola. Adotar um sistema de gestão de provas, por exemplo, vai passar a confiança que os pais precisam de estarem em uma escola de última geração.

Para conhecer um pouco das estratégias que já estão dando certo, conheça 5 instituições de ensino que já usam o sistema de gestão de provas!

Baixe o Guia: Como escolher tecnologias para sua Instituição?