Gestão digital de provas e a valorização do professor

20 de agosto de 2014
valorização do professor

Pergunte a qualquer profissional, de qualquer ramo de atividade, qual é o ativo mais importante na atualidade para desenvolver qualquer trabalho com primazia e ele te dirá que é o tempo. Não é novidade para ninguém que o tempo anda escasso… e tende a ficar ainda mais raro quando não notamos (ou não investimos) em iniciativas que possam otimizar esse ativo e tornar a vida mais prazerosa.

Essa, inclusive, é a grande charada da modernidade: como dar o melhor de si dentro da vida profissional e, ainda, conseguir curtir bons momentos ao ar livre, com as pessoas que a gente gosta, lendo um bom livro ou, apenas, ficando à toa? O que torna a vida mais legal é exatamente a junção das pequenas coisas, dessas das quais a gente abre mão quase sem notar em nome do lado profissional.

Na área da educação, a tecnologia pode ajudar as instituições a melhorar o desempenho das equipes através de uma ferramenta simples, mas de alta efetividade: a gestão de provas. Afinal, o processo de avaliação é condição sine qua non para que professores e alunos possam metrificar seu desempenho, mas que demanda tempo e atenção para a correção.

Imagine um cenário onde o professor tenha cerca de cem alunos e, a cada mês, tenha que corrigir cem provas – com toda a atenção, paciência e presteza que lhe é solicitada pelo seu principal público, no intuito de dar a nota certa. Nesse tempo gasto com a correção o professor poderia estudar, conversar, descobrir novos conteúdos ou, simplesmente, melhorar sua qualidade de vida no tempo ocioso, mas tem que se dedicar exclusivamente a ler e reler as mesmas questões e interpretar respostas diferentes para elas.

Não que seja um grande fardo, pois os professores até gostam da atividade, mas através da gestão digital de provas eles poderiam descobrir novas formas de melhorar seu tempo de trabalho.

valorização do professor

Gestão de Provas: valorizando a equipe

Na gestão digital de provas é possível obter benefícios como a correção sem falhas das provas e, também, ver e rever indicadores de desempenho dos alunos – seja no âmbito “turma” ou de maneira individual. Uma inteligência artificial recolhe todos os dados para que o professor possa interpretá-los de maneira assertiva e extremamente eficaz, ajudando cada um a melhorar em suas dificuldades específicas.

Além disso, quando você facilita a vida do professor a esse ponto, em que ele tem tempo “livre” para outras atividades, a sua instituição está valorizando o capital intelectual da sua equipe, já que nesse tempo que lhes é guardado os professores podem estudar mais, se informar mais e até se divertir mais, tendo ainda mais pique para dar o melhor de si nas próximas jornadas de trabalho.