Feedback para professores: sua importância na valorização dos docentes

8 de outubro de 2021
capa-feedback-professor-docente-prova-facil

O feedback é um elemento essencial para a formação continuada de profissionais da educação. Quando bem realizada, esta prática pode trazer benefícios tanto no dia a dia da escola quanto em toda a trajetória profissional do docente.

A falta de bons feedbacks é uma deficiência do mercado de trabalho brasileiro que atinge todas as áreas.

Segundo pesquisa realizada pela FIA Employee Experience (FEEx), cerca de 20% dos trabalhadores brasileiros sentem que não recebem um feedback suficiente de seus superiores.

Esses dados ressaltam a importância do desenvolvimento de uma visão humanizada em gestores e coordenadores, para que sua atuação não fique limitada às atribuições técnicas e burocráticas da função.

Quando falamos de educação, tudo toma uma outra dimensão, já que esse feedback estará intimamente ligado ao desenvolvimento dos alunos e formação deles enquanto futuros cidadãos.

Confira neste texto a importância e os desafios de dar feedbacks construtivos aos professores.

Benefícios do feedback para professores

Ajudar na formação dos professores na própria instituição

Por melhor que seja a formação inicial do professor, é no dia a dia da escola que ele irá desenvolver suas habilidades, acumular experiências e entender seus pontos fortes e fracos. 

É o que chamamos de formação continuada, um processo permanente em que o professor está sempre buscando aprender e se melhorar.

E feedbacks constantes são parte fundamental deste processo. São eles que ajudarão os professores a se auto-analisarem, guiando seu amadurecimento profissional, e consequentemente, fortalecendo o vínculo de confiança entre docente e instituição.

Evitar possíveis desgastes entre professor e aluno

Durante a rotina escolar, é inevitável que surjam situações de conflito em sala de aula. 

Quando estas situações surgirem, é papel da coordenação acompanhar e, caso seja necessário, direcionar o comportamento do docente para que ele aperfeiçoe a sua abordagem em situações de crise.

Outra estratégia que pode ajudar a mitigar conflitos é trabalhar competências socioemocionais com os alunos, um ensinamento muito útil em ambiente escolar, mas que eles carregarão por toda a vida.

Pontos de muita atenção!

feedback-professor-docente-prova-facil

Não tire a autonomia do professor ou exerça um papel muito observador

Este tópico caminha lado a lado com o anterior. Por mais que a coordenação tenha a função de acompanhar e dar suporte ao docente, é preciso muito cuidado para que o professor não sinta que a sua autoridade está sendo questionada.

A intervenção direta deve ser feita somente em casos de extrema necessidade, sendo que, na maioria das vezes, deve-se observar como o professor atua para que o feedback seja dado posteriormente.

Outro ponto importante é que essa observação deve ser feita de uma maneira sutil, para que o docente se sinta amparado, mas nunca vigiado ou avaliado. 

Deixe claro que você está ali para o que ele precisar, mas dê espaço para que ele se sinta seguro para tomar suas próprias decisões.

Faça esse processo de forma individual

Os feedbacks, sejam eles negativos ou positivos, nunca devem ser dados em reuniões ou conselhos de classe.

Fazê-los de forma individual com cada profissional pode até levar mais tempo, mas traz benefícios como:
O fortalecimento da relação de confiança entre instituição e professor.

  • Evita que o docente se sinta exposto ou desconfortável
  • Evita possíveis sentimentos de inveja ou rivalidade dentro da equipe.
  • Dá uma oportunidade maior para que o professor também exponha o seu ponto de vista.

Ouça! O processo deve ter via dupla

Conforme comentado no tópico anterior, é importante que o professor também exponha o seu ponto de vista, compartilhe suas dúvidas, suas dores e o mais importante de tudo: se sinta ouvido.
Caso ele discorde de algum ponto abordado durante o feedback, deixe que ele expresse sua opinião, demonstre-se interessado por ela e tente buscar uma solução em conjunto.

Lembre-se: se não houver diálogo, não existe relação de confiança. Se não existe relação de confiança, nenhum feedback será absorvido.

Utilize um tom incentivador

Muitas pessoas temem o feedback por julgarem que ele é composto unicamente por críticas. E isso não poderia estar mais errado.

Por mais que os feedbacks nem sempre sejam positivos, eles sempre devem ser dados de maneira a incentivar o profissional, nunca julgá-lo.

Ao invés de usar expressões como “você está fazendo isso errado”, diga “por que não tentar seguir por outro caminho?”.

Outra técnica importante é nunca esquecer de ressaltar também os pontos positivos, para que o docente não se sinta desvalorizado.
Mostre que você enxerga qualidades no trabalho realizado e que está à disposição para ajudá-lo a aperfeiçoar o que for necessário.

Baseie-se em dados através das avaliações

Uma excelente maneira de comprovar o seu ponto de vista durante um feedback é através de dados concretos.

Busque trazer elementos que corroborem a sua visão daquilo que precisa ser melhorado. Por exemplo, notas dos alunos nas provas e trabalhos, desempenho nas atividades ao longo do ano, nível de engajamento, entre outros.

Mas não se esqueça: nunca use esses dados como arma para confrontar o professor ou como instrumento de cobrança.

Reforce o tempo todo que você entende as dificuldades e que está ali para ajudá-lo.

Conheça o Prova Fácil Escolas

Uma das alternativas para recolher dados sobre o desempenho escolar dos alunos e traçar estratégias para, junto com os professores, aumentar a qualidade do ensino é o Prova Fácil Escolas.

Através dele, é possível, entre outras coisas, otimizar a preparação, realização e correção das avaliações. Com isso, você pode obter dados mais completos para entender o que está funcionando e o que precisa ser melhorado em cada turma.

Conheça as soluções oferecidas pelo Prova Fácil Escolas e ganhe mais um aliado na hora de dar bons feedbacks aos professores e guiá-los rumo a uma educação de excelência!

 

Conheça o Prova Fácil Escolas